CANAL A - Destaque

Ambientalistas contra exploração de petróleo num parque nacional do Congo

todayJunho 21, 2024 21

Background
share close


Ambientalistas alertaram nesta quinta-feira  que a licença de exploração petrolífera concedida pela República Popular do Congo a uma empresa chinesa, no início deste ano, está a ameaçar o ecossistema de um parque nacional congolês e deve ser cancelada.

“Ainda há tempo para impedir a perfuração de petróleo num dos parques nacionais com maior biodiversidade da bacia do Congo?”, questionou a organização não-governamental (ONG) norte-americana Earth Insight num estudo realizado em colaboração com a Greenpeace África, que foi hoje divulgado.

Em fevereiro, a Greenpeace protestou contra a decisão do Governo congolês, tomada em janeiro, de conceder uma licença de exploração à China Oil Natural Gas Overseas Holding United no parque nacional de Conkouati-Douli, no sudoeste do país.

A Earth Insight salientou que este parque alberga espécies selvagens ameaçadas de extinção, como “gorilas nas planícies ocidentais, chimpanzés e elefantes na floresta”, bem como milhares de aldeões “cuja subsistência depende da floresta”.

No início de junho, uma dúzia de organizações da sociedade civil congolesa apelou, por sua vez, às autoridades para que retirassem a autorização, que, segundo elas, “é contrária aos numerosos compromissos internacionais assumidos pela República Popular do Congo e à lei sobre a vida selvagem e as zonas protegidas”.

Tanto estas ONG como a Greenpeace apelaram igualmente à suspensão do financiamento internacional – nomeadamente da Europa, em particular da França – para atividades de conservação no parque até que a autorização seja anulada.

O Governo congolês não reagiu a estes apelos e não respondeu às questões enviadas pela agência noticiosa France-Presse (AFP).

No seu comunicado de imprensa, e com mapas para o apoiar, a Earth Insight insistiu que a exploração petrolífera nesta zona colocaria em perigo “a floresta tropical, as espécies ameaçadas e as comunidades locais que aí vivem há séculos”.

“O parque nacional de Conkouati-Douli, na fronteira com o Gabão, abriga mais de 5.000 quilómetros quadrados de ecossistemas costeiros, marítimos e florestais”, referiu a ONG.

A seguir à Amazónia, a bacia do Congo é o segundo maior pulmão florestal e ecológico do mundo, com cerca de 220 milhões de hectares de floresta espalhados por vários países, incluindo o Congo-Brazzaville, a República Democrática do Congo e o Gabão.

Editor: Carla

Rate it

Notícias

CANAL A - Destaque

Seleção Júnior Feminina de andebol procura na manha de hoje primeira victória no mundial da Macedónia

A Seleção Júnior Feminina de Andebol defronta às 10h15, a sua congénere dos Estados Unidos da America, em jogo da 2ª jornada do Grupo H, do campeonato do mundo que decorre na Macedónia do Norte. Bernardete Belo, capitã do 7 nacional, garante que o grupo está pronto para somar a primeira vitória na prova. Clique no áudio e ouça: Para o mesmo grupo jogam Islândia - Macedónia do Norte. Recordo […]

todayJunho 21, 2024 71

0%
donut_large